Contato:

(71)3321-1713

Notícias

Publicado em 04/02/2020

Depois de dois anos, problemas no CDD Cabula reaparecem


Há exatamente dois anos, os trabalhadores do CDD Cabula, fizeram a maior greve dos últimos tempos, com duração de 32 dias. Os problemas na época foram resolvidos, mas parece que o descaso não serviu para a ECT aprender a lição.
Sem qualquer preparação ou estudo de impactos, a ECT fechou unidades e transferiu parte dos trabalhadores e carga de trabalho do CEE Salvador para o CDD Cabula, gerando um caos no local. São visíveis as péssimas condições do meio ambiente de trabalho, são cadeiras quebradas, falta de móveis ergonômicos, insuficiência de carimbos datadores, computadores para lançamento do SGDO, extintores e sistema de climatização e além disso, a eleição da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) não é realizada há 6 meses. A probabilidade real de assaltos é constante com a falta de segurança ou porteiro. Insatisfeita, a SE/BA alterou o horário de entrega domiciliária para às 18h30, colocando a vida dos trabalhadores em risco.
A direção do Sincotelba enviou em caráter de urgência um ofício solicitando a solução dos problemas e até o fechamento desse informe, não houve resposta de quais medidas serão adotadas.