Contato:

(71)3321-1713

Notícias

Publicado em 29/03/2018

Unidade dos trabalhadores do CDD São Caetano junto com o Sincotelba faz empresa recuar

Uma semana de resistência marcada pela união dos trabalhadores do CDD São Caetano e da diretoria do Sincotelba.  Depois dos funcionários serem deslocados do imóvel em São Caetano que trazia riscos às suas vidas, os trabalhadores acamparam embaixo de uma árvore por não terem um local adequado para desempenhar suas atividades.  Abandonados pela empresa, mas recebendo a assistência do sindicato, os empregados do CDD São Caetano perceberam que a estrutura do CDD Pirajá não atendia as necessidades dos já lotados no local.  Visto que os problemas de climatização, telhas quebradas, iluminação precária, banheiros insuficientes e interditados, refeitório que parece mais um depósito, e para completar, apenas um micro-ondas, torna impossível o recebimento de mais trabalhadores.

A empresa se comprometeu no prazo de 30 dias a resolver os problemas do CDD Pirajá, logo a junção com os trabalhadores do CDD São Caetano garantirá as mínimas condições do meio ambiente de trabalho para os funcionários exercerem suas atividades.

Lembrando que a ocupação do CDD Pirajá é provisória, a principal obrigação da empresa é a reforma no anexo para implantação do CDD São Caetano em definitivo neste local. 

Se a empresa não cumprir com o acordo, os empregados estão prontos para cruzarem os braços por tempo indeterminado.